• Foto de Travessia Marins x Itaguaré Hardcore Edition
  • Foto de Travessia Marins x Itaguaré Hardcore Edition
  • Foto de Travessia Marins x Itaguaré Hardcore Edition
  • Foto de Travessia Marins x Itaguaré Hardcore Edition
  • Foto de Travessia Marins x Itaguaré Hardcore Edition

Tiempo  10 horas 50 minutos

Coordenadas 3137

Fecha de subida 2 de marzo de 2015

Fecha de realización marzo 2015

  • Valoración

     
  • Información

     
  • Fácil de seguir

     
  • Entorno

     
-
-
2.385 m
659 m
0
7,5
15
29,87 km

Vista 1833 veces, descargada 110 veces

cerca de Embu-Mirim, São Paulo (Brazil)

Versão hardcore da clássica Maringuaré, iniciando a caminhada na vila dos Marins (Piquete), cruzando a travessia Marins x Itaguaré e seguindo até o bairro Batedor (Cruzeiro), pela famosa e hoje pouco utilizada trilha Zig-Zag, que foi palco de uma das últimas batalhas da revolução de 32.
Há tempos eu queria executar esse projeto, pois não há referência da antiga trilha do Batedor, e inclusive uma placa que havia na bifurcação foi retirada. desnível positivo de aproximadamente 2400m, desnível negativo de 2800m, distância real (topográfica) de 33km. Realizada em solitário e à vista em menos de 11 horas.

13 comentarios

  • Foto de mazo_gts

    mazo_gts 18-abr-2015

    parabens pela travessia..vou amanha e ja vou utilizar o seu mapa.

  • Foto de texugotx

    texugotx 06-mar-2016

    Olá Marcelo,
    Na época que vc fez essa travessia, qual era a situação da trilha do Batedor?
    Precisou abrir no facão, etc... Abs!

  • Foto de Marcelo Vieira

    Marcelo Vieira 07-mar-2016

    Essa travessia foi há um ano atrás. Não levei facão, mas sinceramente não sei como ela está agora. Na descida da serra a trilha é bem consolidada, formando verdadeiras trincheiras em alguns momentos, o lance mais crítico é da bifurcação até o início da descida, onde a vegetação cobriu os rastros, e algumas árvores que caíram ao longo do caminho, é preciso um pouco de faro pra encontrar a trilha.
    Também não recomendo fazer essa travessia depois de um dia de chuva, há muito limo no trecho da descida da serra, e os tombos são inevitáveis.
    Abraço.

  • Foto de texugotx

    texugotx 07-mar-2016

    Beleza Marcelo, muito obrigado pelas dicas. Vou esperar o tempo dar uma firmada para fazer. Valeu!

  • Foto de Andre gomes

    Andre gomes 16-may-2016

    fiz essa travessia eh demais msm valeu a pena td esforço rs

  • Foto de Andre gomes

    Andre gomes 16-may-2016

    deram um trato na trilha do batedor que estava bem fechada, agr ta bem melhor pra faze-la pode ir de boa

  • Foto de Marcelo Vieira

    Marcelo Vieira 16-may-2016

    Obrigado pela atualização, André. Talvez eu volte lá pra repeti-la ao contrário. Abraço!

  • Foto de Andre gomes

    Andre gomes 16-may-2016

    eh que eu moro em Cruzeiro SP ai foi bem melhor fazer ela vindo pelo batedor peguei o busao e ja era...proxima irei fazer-la ao contrario tbm so nao sei quando..rs

  • Foto de magskull

    magskull 01-jun-2016

    He realizado esta ruta  ver detalle

    Foi bem desgantante devido a não ter agua no caminho, levei cerca de 6 litros de agua e minha barraca era bem pesada.

    Mas como sempre, foi sensacional estar lá!

  • Foto de Marcelo Vieira

    Marcelo Vieira 01-jun-2016

    Legal magskull, eu fiz a travessia em um único dia, então fui bem mais leve, com uma mochila de hidratação de dois litros, que foi recarregada na base do Itaguaré.

  • Foto de magskull

    magskull 01-jun-2016

    Ah, mas foi correndo?
    Caramba que doidera, eu quero uma barraca mais leve, essa que tenho me atrasa o lado.

    A agua na base do itaguaré é divina cara, melhor coisa do mundo, tava todo mundo seco já.

  • Foto de Marcelo Vieira

    Marcelo Vieira 01-jun-2016

    Eu levei quase 11 horas pra completar tudo. 1h20min pra ir do bairro Marins até o camping na base do Marins, 7h pra completar toda a travessia e mais 2h30min pra completar a trilha do Batedor.
    Só consegui correr um pouco do final da trilha do Batedor até a estrada, pois a trilha estava muito escorregadia e eu caía a toda hora.
    Realmente a água do Itaguaré foi tudo, cheguei lá com o reservatório seco. Dali pra frente cruzei vários riachos na descida da serra.

  • Foto de ednilson.kimura

    ednilson.kimura 15-may-2017

    Parabéns pela Travessia Marcelo, não sabia da existencia dessa trilha, vou agendar para repetir...show de bola.

Si quieres, puedes o esta ruta