Tiempo en movimiento  6 horas 26 minutos

Tiempo  7 horas 35 minutos

Coordenadas 5193

Fecha de subida 4 de mayo de 2018

Fecha de realización mayo 2018

  • Valoración

     
  • Información

     
  • Fácil de seguir

     
  • Entorno

     
-
-
397 m
80 m
0
7,4
15
29,77 km

Vista 2032 veces, descargada 91 veces

cerca de Tomar, Santarém (Portugal)

Há muito que queria fazer este caminho. Proporcionou-se agora. Iniciámos junto ao edifício da Misericórdia e dirigimo-nos à Praça da República. A leste desta praça encontra-se a Igreja de São João Batista. Este templo, já meu conhecido das muitas visitas a Tomar, data dos finais do século XV, tem um portal manuelino e a torre, com coruchéu, é de formato octogonal como se impunha num templo marcado pelos templários. No centro da praça destaca-se a estátua do mestre templário D. Gualdim Pais, fundador da cidade de Tomar. A nascente da praça fica o edifício dos Paços do Concelho (Casa da Câmara quando edificado no século XVI) com o primeiro plano em galilé de 3 arcos.
Bem, sigamos que temos muito que andar. Contornamos o edifício da Câmara pelo sul passando pela Taberna Antíqua (ainda é cedo para ir beber um copo), cortamos à esquerda para a Rua O Pé da Costa de Baixo, logo a seguir subimos a Calçada de S. Tiago, subimos a escadinha, atravessamos a Av. Dr. Vieira Guimarães e seguimos por uma calçada junto à muralha que contorna a Mata Nacional dos Sete Montes até à entrada para o Convento de Cristo. Sobre o Convento de Cristo, a Charola e a Janela Manuelina tudo é tão conhecido que não vamos aqui demorar-nos.
Tiramos mais umas fotos com o telemóvel e seguimos pelo caminho sinalizado até ao Aqueduto de Pegões, obra monumental que, cuja construção foi iniciada no reinado de Filipe I (em 1593) sob a direção de Filipe Terzio, (arquiteto-mor do reino) e concluída por Pedro Fernando de Torres em 1614. Este é um monumento monumental que vale a pena visitar. Vamos com pressa e não nos demoramos muito.
A partir daqui começa um caminho cuja paisagem é muito bonita mas sem grandes motivos de referência. Em Fungalvaz informamo-nos sobre a existência de um Albergue de Peregrinos junto à igreja, bebemos uma água naquele que seria o único café encontrado aberto até chegar a Fátima. Por isso, ATENÇÃO - neste caminho não há fontes (pelo menos nós não encontrámos) nem cafés abertos. É preciso levar um bom stock de água. Valeu-nos uma simpática senhora que se prontificou a encher-nos as garrafas de água.
Chegados a Fátima (7 horas de caminho contando com o tempo de almoço) a primeira coisa que procurámos foi uma imperial para matar a sede. Depois fomos para o Santuário e agradecemos a Nossa Senhora tudo aquilo que queríamos agradecer.
foto

Igreja de S. João Batista e Paços do Concelho

foto

D. Gualdim Pais - mestre Templário

foto

Mais perspetivas da Praça da República

foto

A taberna fica para a próxima

foto

O sol nasce a leste e a igreja, naturalmente(?), abre para poente.

foto

Traseira dos Paços do Concelho

foto

(?) no início da calçada que sobe até ao Convento

foto

Lá em cima O Convento de Cristo

foto

Seguindo ao longo da parede

foto

Fotos sem legenda

foto

Já se vê o aqueduto

foto

O aqueduto dos Pegões 1

foto

O aqueduto dos Pegões 2

foto

O aqueduto dos Pegões 3

foto

Um carreirinho ao longo do aqueduto

foto

Foto

foto

Interessante numa casa particular

foto

Foto

foto

Outros caminhos...

foto

Igreja de Fungalvaz

foto

Pormenor cársico na serra

foto

Uma capelinha aberta convidando a entrar.

foto

Igreja do Outeiro das Matas

foto

Uma bela Rosa Albardeira

foto

Dedicação de um Povo

foto

Moinho perto de Fátima

foto

Rotunda dos Pastorinhos

foto

Entrando no Santuário

foto

Altar do Mundo

foto

Basílica de Nossa Senhora do Rosário

foto

Oremos!

6 comentarios

  • Foto de Delfim Nobre

    Delfim Nobre 17-may-2018

    Avante amigos Joaquim e Alice!
    Pés no chão, coração ao alto!
    Abraço a ambos,
    Delfim e Paula

  • Jorge Braga 1 06-ene-2020

    O Caminho tem indicações?

  • Foto de j.jesus

    j.jesus 06-ene-2020

    Olá Jorge Braga.
    Todo o caminho está sinalizado com as tradicionais setas azuis. No entanto há um ou outro ponto que pode gerar hesitações. Na subida para o Convento de Cristo optámos por seguir uma calçada antiga, encostada à mata. Esta opção parece-me a mais acertada porquanto segue um itinerário muito mais agradável e histórico que a estrada. No entanto, se pretender visitar a Ermida de N.ª Sr.ª da Conceição deve seguir pelo asfalto acima e encontrará a dita ermida à sua direita antes de chegar ao convento.
    Se tiver jps e puder fazer download do trilho, será mais seguro.
    Um abraço e bom caminho.

  • Jorge Braga 1 06-ene-2020

    Obrigado

  • Foto de Two 4 Trekking

    Two 4 Trekking 23-feb-2020

    He realizado esta ruta  verificado  ver detalle

    Sendo Peregrino de Maria, há muito que queria fazer este caminho.
    Calhou agora.
    Bom caminho, bem sinalizado.
    Obrigado pelo aviso sobre a água, a falta dela.
    Quanto a restaurantes... Ou se para em Fungalvaz ou não há mais hipóteses até Fátima.
    Belíssimo caminho.
    Obrigado pela partilha.

  • Foto de j.jesus

    j.jesus 23-feb-2020

    Olá Daniel,
    Eu também gostei do caminho e, por isso o publiquei. Penso fazê-lo de novo brevemente.
    Obrigado pelo comentário

Si quieres, puedes o esta ruta